10 curiosidades sobre as Olimpíadas

Compartilhe

Os Jogos Olímpicos de Tóquio 2020 estão chegando! A estreia oficial do evento está marcada para essa sexta-feira, dia 23 de julho. Apesar disso, algumas competições já estão acontecendo e deixando os entusiastas dos esportes cada vez mais ansiosos. Pensando nisso, nós selecionamos 10 curiosidades sobre as Olimpíadas para você conferir!

1) 1ª vez na história em um ano ímpar

A Olimpíada estava marcada para acontecer no ano passado, mas teve que ser adiada por causa da pandemia de COVID-19. E agora, em 2021, será a primeira vez na história que o evento é realizado em um ano ímpar. Desde a primeira edição oficial, a de Atenas, em 1896, os Jogos Olímpicos sempre foram celebrados em anos pares, todos múltiplos de 4.

O nome “Tóquio 2020” deve que ser mantido por razões de marketing e marca. Isso se deve, principalmente, pelos inúmeros produtos já fabricados para venda com a logomarca original da Olimpíada. Inclusive, os atletas que ganharem as honrarias, receberão medalhas com a data do ano passado.

2) “Maldição dos 40 anos”

Atual vice-primeiro-ministro e ministro das Finanças do Japão, Taro Aso. Foto: CFP

No ano passado, o atual vice-primeiro-ministro e ministro das Finanças do Japão, Taro Aso, atribuiu um motivo para a não realização dos Jogos Olímpicos: uma “maldição”. “É um problema que acontece a cada 40 anos. É a maldição das Olimpíadas, isso é um fato”, afirmou Aso, segundo o jornal britânico The Guardian.

De fato, a análise faz sentido. Em 1940, a Olimpíada também estava marcada para acontecer em Tóquio, mas foi cancelada pela Segunda Guerra Mundial. Já em 1980, em plena Guerra Fria, os Estados Unidos, principal potência olímpica do mundo, boicotaram os Jogos de Moscou. Agora, em 2020, os Jogos Olímpicos tiveram que ser adiados pela pandemia do novo coronavírus.

3) Novos esportes

Foto: Julio Detefon/Divulgação

Neste ano, os Jogos Olímpicos vão trazer uma novidade: a entrada de novos esportes. A cada ciclo do evento, novas modalidades podem ser acrescentadas – mesmo que apenas por uma edição.

Karatê, escalada esportiva, surfe e skate farão sua estreia na Olimpíada de Tóquio 2020. Já o beisebol e o softbol retornam à competição depois de 13 anos. A última vez que essas duas modalidades fizeram parte das Olimpíadas foi em Pequim, em 2008.

Falamos mais sobre isso em: Quais são os novos esportes das Olimpíadas de Tóquio?

4) Jogos fora de Tóquio

Suécia vs Estados Unidos; Foto: Getty Images

Apesar de Tóquio ser a cidade-sede da Olimpíada de 2020, várias modalidades serão disputadas fora da capital japonesa. O ciclismo de estrada, por exemplo, acontecerá na parte inferior do Monte Fuji, a mais alta montanha da ilha de Honshu. Já as partidas de futebol serão disputadas em seis cidades diferentes, e os jogos de beisebol e softbol serão realizados em Fukushima e Yokohama.

5) Brasil nos Jogos Olímpicos

Seleção brasileira feminina de basquete conquista medalha de ouro nos Jogos Pan-Americanos de Lima

O Brasil esteve presente em 22 edições dos Jogos Olímpicos até hoje e conquistou 128 medalhas. Ao todo, 2.053 atletas representaram o país na competição.

Em 2016, na Olimpíada do Rio, os brasileiros bateram seu recorde de medalhas em uma mesma edição. Ao todo, foram 19 honrarias para o país, sendo sete de ouro, seis de prata e seis de bronze. O número de campeões também foi o maior da história.

6) Significado do símbolo olímpico

Os aros olímpicos foram idealizados em 1914, pelo Barão Pierre de Coubertin. Eles representam a união dos cinco continentes: América, Ásia, África, Europa e Oceania. Além disso, pelo menos uma de suas cores (amarelo, verde, vermelho, preto e azul) está presente na bandeira de cada um dos países que participa da competição.

7)  A medalha de ouro é de prata

A brasileira Beatriz Ferreira durante a luta contra a argentina Erika Sanchez. Beatriz conquistou a medalha de ouro na competição Jonne Roriz/COB/Divulgação

Se a medalha de ouro fosse inteira de ouro, ela valeria cerca de R$ 43 mil. Por isso, por uma questão de economia, ela é feita quase que inteiramente de prata e apenas revestida com ouro. Para se ter uma ideia, as medalhas das Olimpíadas de Inverno de 2018 pesavam aproximadamente 586 gramas e continham apenas 6 gramas de ouro.

8) Revezamento da Tocha Olímpica

Foto: Reprodução

A tocha olímpica é um dos principais símbolos dos Jogos Olímpicos e remete à Grécia Antiga, onde o evento teve sua origem. Ela apareceu nos jogos modernos pela primeira vez nas Olímpiadas de 1928, em Amsterdã. Já o revezamento, por sua vez, surgiu em 1936, em Berlim. Ele foi criado pela Alemanha Nazista como uma ferramenta de propaganda. Apesar disso, a tradição perdura até os dias de hoje.

9) Jesse Owens e o racismo

Foto: Getty Images

Jesse Owens, norte-americano e negro, se tornou um dos maiores nomes da história das Olimpíadas ao levar quatro ouros em plena Alemanha nazista. Em 1936, durante os Jogos Olímpicos de Berlim, o velocista foi vencedor nas modalidades de 100 metros rasos, 200 metros rasos, 4×100 metros e salto em comprimento. O próprio Hitler, que assistia ao evento, teria ficado furioso com o feito.

10) O atleta mais jovem dos Jogos Olímpicos

Foto: Reprodução

A Olimpíada de Paris, em 1900, teria conseguido um recorde que se mantém até os dias de hoje: o da pessoa mais jovem a receber uma medalha de ouro. Segundo relatos, naquele ano, um francês de apenas sete anos supostamente substituiu um dos atletas da equipe holandesa do remo. Seu nome era Marcell Depallé.

Já com registros oficiais, o homem mais novo a vencer o ouro foi o alemão Klaus Zerta, que, com 13 anos, foi campeão de remo nos Jogos de 1960, em Roma.

Por sua vez, o atleta mais velho a competir e ganhar o ouro é Oscar Swahn. Com 64 anos, o sueco foi campeão no Tiro Esportivo nos Jogos de Estocolmo, em 2012. Oito anos depois, na Antuérpia, ele fez sua última participação olímpica, com 72 anos, e levou a medalha de prata.

Fontes: ESPN, Isto É, Globo Esporte, Lance, Comitê Olímpico do Brasil, Revista QG e Estadão

E aí? Você já conhecia algumas dessas curiosidades? Sabe de mais alguma que não falamos aqui? Está ansioso(a) para as Olimpíadas? Conta pra gente pelos comentários!

Comentários
Posts Relacionados