10 filmes polêmicos com cenas reais de sexo

Compartilhe

Se você acha que só existem bizarrices no Guinness, como falamos neste link, está bem enganado! Existem filmes tão bizarros querendo passar realidade para o público, que acabam pedindo para que seus atores façam realmente atos como pular de um prédio para o outro sem dublê, ou coisa mais intimas, como relações sexuais.

Todos os filmes citados nessa lista foram realizados por atores que confirmaram terem topado realizar as cenas, ou seja, sem qualquer tipo de abuso físico ou psicológico de seus diretores. Lembrando: todos os longas são indicados para maiores de 18 anos, mas acho que isso ficou bem claro logo pelo título, não é mesmo?

Ninfomaníaca

“Ninfomaníaca” (Foto: Reprodução)

Um dos filmes que gerou polêmica em todo o mundo começa no topo da lista. Dividido em duas partes, Ninfomaníaca teve uma cena real de sexo que foi gravada por dublês e o pedido teria sido do próprio diretor Lars von Trier, que divide opiniões nas redes sociais por conta de diversas denúncias.

Love

“Love” (Foto: Reprodução)

O filme “Love” estreou no Festival de Cannes e foi aplaudido de pé após a sua exibição por conta das cenas que são extremamente reais. O longa do diretor argentino Gaspar Noé mostra o relacionamento disfuncional de um casal e mostra explicitamente cenas de ménage e uma orgia real entre os atores.

Poucas Cinzas: Salvador Dalí

“Poucas Cinzas: Salvador Dalí” (Foto: Reprodução)

Essa é uma das histórias mais bizarras do cinema. O momento mostra uma mulher supostamente “acariciando” um homem, mas o ator pediu para que ele mesmo interagisse com seus órgãos sexuais para que a câmera captasse com mais realismo a sua face enquanto acontece um orgasmo. O resultado? A foto está acima!

A Diva Escarlate

“A Diva Escarlate” (Foto: Reprodução/Instagram)

O filme conta a história real da escritora, diretora e atriz italiana Asia Argento. Ela confirmou após o lançamento do filme que muitas das cenas de sexo não foram apenas atuações. Eita!

Anticristo

Anticristo (Foto: Reprodução)

Lembra do polêmico Lars von Trier que citamos no “Ninfomaníaca”? Eis mais um filme desse diretor que deu o que falar em todo o mundo e ainda divide opiniões. O longa estrelado por Willem Dafoe e Charlotte Gainsbourg mostra cenas de sexo real, mas com um porém: os atores usaram dublês de corpo.

Intimidade

Foto: Reprodução/Instagram

Vencedor na categoria de melhor filme no Festival de Cinema de Berlim, o filme fala sobre um homem que se apaixona por uma mulher que é casada (isso daria morte no lugar que eu moro). As  cenas de sexo também são reais.

Cruising

“Cruising” (Foto: Reprodução)

O thriller de William Friedkin mostra Al Pacino interpretando um policial que está investigando o assassinato de diversos homossexuais pelos Estados Unidos. A versão original do filme mostrava cenas de sexo real, mas muitas delas foram banidas e são quase impossíveis de se encontrar atualmente.

Os Idiotas

“Os Idiotas” (Foto: Reprodução)

Eu sei que está ficando cansativo, mas eis o Lars von Trier de novo em mais um filme polêmico. Dessa vez, o longa conta a história de um grupo de amigos que libera suas inibições e começa a orgia. As cenas dos atores são simuladas, mas o filme contou com uma cena de sexo real de dublês que acabou indo o corte final.

Brown Bunny

Brown Bunny (Foto: Reprodução)

Lançado em 2003, o filme mostra uma cena de sexo oral entre Vincent Gallo e Chloe Sevigny. Existem rumores que o filme ainda contou com outras cenas, mas que foram cortadas.

Une vraie jeune fille

“Une vraie jeune fille” (Foto: Reprodução)

O filme em inglês se chama ‘A Real Young Girl’, lançado em 1976, é o mais polêmico desta lista. O motivo?  protagonista, Charlotte Alexandra, expõe seus seios e a vulva nas cenas eróticas. Embora tivesse 20 anos quando o longa foi gravado, ela interpretava uma menina de 14.

Comentários
Posts Relacionados