Cabeças reias no Madame Tussauds?

Compartilhe

Madame Tussauds é o museu de cera mais famoso do mundo todo e está espalhado por mais de 20 países da Europa, América do Norte, Ásia e Oceania. Porém, existem algumas especulações sobre sua origem que insinuam que cabeças de pessoas mortas de verdade foram usadas para fazer algumas estátuas, mas não é isso que você está pensando.

Antes de entender entender esse mistério vamos conhecer a história do Museu Madame Tussauds.

História Madame Tussauds

O museu que já é conhecido mundialmente começou bem longe disso. Marie Tussaud, a fundadora e responsável pela a criação das primeiras estátuas de cera do Madame Tussauds, não tinha nada a ver com artes plásticas no início disso tudo, na verdade ela só foi trabalhar com cera em 1835, apesar de já ter aprendido as técnicas desde pequena, quando sua mãe (Anne Marie) trabalhava como governanta para um médico chamado Philippe Curtius. Na época, Philippe, que já utilizava a cera para estudos aprofundados na medicina, resolveu fazer algumas esculturas de pessoas daquele bairro e como ainda não existiam fotografias, todos adoraram a idéia e o sucesso foi enorme. Por conta disso, ele se mudou para um lugar maior e contratou Anne e Marie como suas assistentes, pois já vinha as ensinando esse tipo de trabalho.

Madame Tussauds
Escultura que a própria Marie fez de si mesma

Marie seguiu fazendo esculturas com Philippe até a sua morte em 1794, sendo que o médico deixou todas as esculturas que ele já tinha feito como herança para ela. Um ano depois ela se casou com François Tussaud, com quem teve três filhos e ficou afastada desses trabalhos por algum tempo. Anos depois ela começou a fazer o seu “tour de exposições” e passou por vários países como Inglaterra, Reino Unido, Escócia e muitos outros, fazendo um enorme sucesso com o seu museu móvel. 

Após 30 anos viajando o mundo, em 1835, Marie resolveu parar com as viagens e estabeleceu o seu primeiro museu físico em Londres, sendo que o primeiro prédio já era na mesma região, porém com a fama instantânea da sua exposição, ela precisou transferir o museu para o prédio onde ele se mantém até hoje, que é muito maior.

madame tussauds

Cabeças Reais ?

A trajetória de Marie foi muito longa até chegar a todo esse sucesso e ela passou por muitas situações difíceis, inclusive quase ter sido vítima da guilhotina durante a Revolução Francesa ou Reinado do Terror. Isso aconteceu porque ela foi considerada uma simpatizante do movimento antigoverno.

Marie chegou até a ser preparada para a execução e teve sua cabeça raspada pouco antes de ter sido “salva pelo gongo”, ou mais especificamente, por um amigo do médico Philippe que interviu a fim de salvá-la. 

Depois de ter sido salva, ela foi obrigada por revolucionários a fazer esculturas de cera de algumas das vítimas mais conhecidas do período histórico mais letal do governo da França, e com a ajuda de Philippe, passou a fazer as “máscaras da morte” que, durante a Revolução foram exibidas nas ruas e serviram como uma bandeira revolucionária.

Foi nesse período de produções que ela e Phillipe começaram a recolher as cabeças dos corpos das vítimas mortas que iriam ser esculpidas. Eles conseguiam pegar só a cabeça (por vezes subornavam pessoas que tinham acesso aos corpos), e as levavam pra casa onde limpavam e usavam as cabeças reais para poderem então reproduzi-las em cera com perfeição. As máscaras em questão ficavam expostas na praça do Largo da Concórdia com a intenção de que todos vissem o resultado dos opressores do movimento.

Madame Tussauds

Essa história sempre foi questionada por se tratar de algo um pouco delicado, porém a própria Marie confirmou essas práticas quando escreveu o livro das suas memórias, onde ela fala que colecionavam cabeças das mais ilustres vítimas que encontrassem. Muitos acham que ela jogava cera por cima das cabeças reais, porém elas só serviam como modelo e nunca foram usadas nas obras.

Ninguém sabe se eles devolviam essas cabeças ou se as mantinham guardadas em sua posse.

Estátuas Madame Tussauds

Com mais de 20 unidades espalhadas pelo globo, o Museu Madame Tussauds conta com um acervo de mais do que 500 estátuas em exposição atualmente, porém nem metade delas foram feitas pela própria Marie, já que suas obras originais foram completamente destruídas em um incêndio no ano de 1925 e o que restou delas ainda passou pelos muitos bombardeios nazistas durante a Segunda Guerra Mundial. Sendo assim, atualmente há apenas 2 obras feitas pela própria Madame Tussauds e elas são as estátuas de Robespierre, que foi feita durante a Revolução Francesa, e a dela mesma por volta dos seus 80 anos, que fica na entrada do Museu de Londres para recepcionar seus visitantes. 

Para poder expor todos os ícones mundiais que já foram encerados, os museus normalmente são divididos em algumas categorias principais, são elas:

Festa VIP: Com um cenário de festa, essa sessão conta com a presença de estrelas como Brad Pitt, Nicole Kidman e grandes nomes do POP.

Realeza: Como é de se imaginar, na área mais sofisticada do museu podemos encontrar alguns membros da família real como o Príncipe Charles e esposa e a própria Rainha Elizabeth II.

Cultura: Essa sessão homenageia grandes pensadores do nosso mundo como Albert Einstein, William Shakespeare, Charles Darwin e muitos outros.

Líderes mundiais: Aqui podemos encontrar grandes nomes mundiais como Barack Obama e Martin Luther King. 

Câmara dos horrores: Essa sessão tem homenagens a grandes filmes e atores do terror.

Zona de esportes: Grandes esportistas, como Tiger Woods, Mohammed Ali e Pelé.

Super-heróis da Marvel: Uma enorme coleção dos aclamados Super Heróis da Marvel.

Com 185 anos de funcionamento, o primeiro Museu Madame Tussauds continua em grande atividade e novas personalidades são adicionadas ao acervo com frequência. 

Curiosidade Extra 

As pessoas que fazem as esculturas hoje usam as mesmas técnicas da Madame Tussauds e levam de 4-5 meses para produzir uma obra com perfeição. Além disso, as estrelas passam horas posando e sendo medidas, afinal eles usam as medidas reais (nariz, quadril, etc) e estudam o tom de pele, olhos e cabelos de cada um deles. Outra coisa é que os looks são doados pelas próprias celebridades.

Para manter as estátuas perfeitas por tanto tempo, a equipe do museu mantém uma rotina de manutenção com cada obra, retocando a pintura, maquiagem e mantendo os penteados em ordem todos os dias.

Comentários
Posts Relacionados