Intruso: Quem mora com você?

Compartilhe

A presença de um intruso em casa é assustadora mas não é tão incomum quanto pensamos, tanto que até o filme vencedor do Oscar de 2019 mostra, entre outras coisas, um “parasita” que vive escondido por anos no porão da casa de uma família rica sem que eles tenham a menor ideia disso. Pode até parecer coisa de cinema, mas é muito comum ter inquilinos secretos e qualquer lugar da sua casa pode ser um esconderijo.

Confere aí algumas histórias reais de casos parecidos:

Intruso embaixo da cama

Em junho do ano passado a história de um intruso bombou no Twitter. Tudo, começou quando uma brasileira se mudou pra Londres e alugou um apartamento para morar sozinha na cidade. Depois de um tempo morando lá, um amigo perguntou se ela poderia receber um amigo que vinha da Austrália e ia fazer uma parada rápida no país, ele explicou que o rapaz era confiável e, além disso era gay, então não havia nenhuma malícia nisso tudo.

Um pouco contrariada, a menina aceitou recebê-lo e colocou ele pra dormir em um colchão no chão do lado da sua cama e em um dia desses, o rapaz acordou de madrugada pedindo ajuda porque estava passando mal e morrendo de fome, ele insistiu pra que ela fosse até a cozinha com ele e foram, porém mesmo assim o rapaz não quis comer nada e disse que ainda não estava bem, que queria sair para tomar um ar e que, mesmo sendo duas horas da madrugada, eles poderiam dar uma volta pelo bairro e comer na rua. Depois de muito insistir, ela concordou em sair e foi aí que aconteceu: assim que saíram do prédio, ele falou desesperado pra ela chamar a polícia pois estava deitado no colchão e viu uma cabeça debaixo da cama. Ela ficou assustada e chamou a polícia, que chegou no apartamento e encontrou um ex morador de rua vivendo debaixo do assoalho do quarto há meses como um intruso e que revelou ter planos de matar a garota.

Jimmy, é você?

Em Seattle, nos Estados Unidos, um rapaz chamado Davis Wahlman foi surpreendido quando encontrou uma mulher na sua casa. Ele conta que estava dormindo e acordou quando escutou um barulho vindo do seu sótão, então resolveu investigar o que estava acontecendo, mas no caminho até lá ele percebeu que a luz do seu escritório estava ligada e, segundo ele, com certeza ela estava desligada antes dele sair de lá. Davis tentou abrir a porta do escritório mas ela estava trancada e mesmo batendo e chamando ninguém respondeu ou fez qualquer tipo de barulho.

Quando ele percebeu que se tratava de um intruso, saiu para procurar algo para se defender e voltou a bater na porta, foi então que uma mulher respondeu: “Jimmy, é você Jimmy?” e quando ele respondeu que não e perguntou quem era ela e o que ela estava fazendo dentro da sua casa ela abriu a porta e respondeu “Essa é a minha casa, eu estou morando aqui já tem três dias, essa casa é minha! Jimmy disse que eu podia morar aqui, ele disse que eu poderia ficar aqui.”Depois da conversa ela fugiu antes que a polícia chegasse até lá e Davis fez questão de trocar todas as fechaduras da casa apesar de desconfiar de que a intrusa teria entrado lá três dias antes através da janela do banheiro, já que ele encontrou a rede de proteção que ficava nessa janela caída no chão exatamente três dias atrás, mas não deu atenção na hora.

Ex – Namorado

Isso não acontece só como os “sem-teto”. Em 2012 Tracy, mãe solteira de dois filhos que morava na Carolina do Sul, começou a desconfiar de alguns barulhos e movimentos que ela escutava vindo do sótão da sua casa e ela até chegou a ir até lá para procurar algo com os seus filhos mas sem sucesso. Ela continuou insistindo de que tinha algo de errado lá em cima mas ninguém acreditava mais nela, até porque não tinham encontrado nada no cômodo.

Depois de acharem que a casa era amaldiçoada e que Tracy estava enlouquecendo, ela pediu uma última vez para o seu sobrinho dar olhada no que estava acontecendo. O rapaz subiu e descobriu que a “assombração” na verdade era um intruso e ex namorado de Tracy, com quem ela tinha se relacionado há 12 anos.

A teoria dos policias é que ele passou duas semanas observando Tracy todas as noites em seu quarto (ele havia feito um buraco no teto para poder vê-la), já que 90 dias antes de ser encontrado no sótão, o rapaz estava preso por ter roubado o carro dela. Depois de ser encontrado pelo sobrinho, ele fugiu e nunca mais foi visto pela família.

A “Parasita” do armário

Esse caso aconteceu em 2008 na casa de um morador do Japão de 57 anos e é um dos mais parecidos com o filme citado. O dono da casa começou a achar estranho a velocidade com que as comidas desapareciam da geladeira e, desconfiando que alguém estava entrando e saindo da sua casa diariamente para roubar comida, resolveu instalar câmeras pelos cômodos a fim de entender o que realmente acontecia, mas o que ele descobriu não foi nada perto do que esperava: Um dia enquanto olhava as imagens das câmeras pelo celular ele reparou um vulto se movendo na cozinha e com o decorrer do “vídeo” ele percebeu que o intruso era uma mulher. Ele automaticamente chamou a polícia e eles encontraram Tatsuko Horikawa, de 58 anos, dentro da casa que estava completamente trancada.

A intrusa assumiu que não tinha onde morar e aproveitou um dia em que o dono da casa esqueceu as portas destrancadas para entrar e se instalar no armário do quarto por mais de 1 ano. No vídeo da câmera de segurança dá pra ver que quando o dono não estava ela ficava a vontade na casa e além de comer e tomar banho, ela até assistia TV antes de voltar para o esconderijo.

Eai, será que tem mais alguém lendo essa matéria com você? Não esquece de olhar debaixo da cama.

Comentários
Posts Relacionados