Zumbi pode ser real?

Compartilhe

Na ficção os Zumbis são um assunto bem comum, você ja assistiu pelo menos um filme ou série sobre zumbi na vida. Mas isso não passa de invenções, afinal na vida real eles não podem existir, ou será que podem? Já foi falado muitas vezes sobre “células zumbis”, “fungos zumbis” e até mesmo “bactérias zumbis”, mas você sabe o que elas realmente significam? Nós vamos te explicar um pouco mais sobre elas

Célula Zumbi

As células zumbis já foram descobertas há muitos anos, por volta de 1960, porém elas não tem nada a ver com o surgimento de possíveis seres mortos-vivos como dos filmes e etc. Elas são, na verdade, células vivas que perderam a capacidade de se multiplicar ou transportar as informações que deveriam, como se estivessem mortas, por isso esse nome. 

O certo seria que o nosso próprio organismo as eliminasse, porém ele não é capaz de identificar e eliminar todas elas, fazendo com que esse tipo de “células zumbi” se acumule na nossa corrente sanguínea. Segundo alguns estudos dos anos 2000 essas células podem ser o motivo do nosso envelhecimento e a eliminação em massa das mesmas no nosso organismo pode ser como um elixir da juventude. Eles repararam isso graças a um experimento com ratos transgênicos que, na verdade, era voltado para o estudo de tumores porém, mesmo sem terem desenvolvido os tumores, os ratos pareciam velhos em pouco tempo de vida e quando os cientistas do caso eliminaram essas células, os ratos realmente rejuvenesceram. Além disso, elas podem ser responsáveis por doenças como o Parkinson.

Bactéria Zumbi

Não existe somente uma bactéria intitulada como “bactéria zumbi”, porém a definição delas é basicamente a mesma, ou são bactérias que se alimentam de carne humana, ou que podem “renascer”, esses são exemplos dos dois casos:

Bactéria zumbi na saboneteira

No ano passado a americana Rachel Star estava fazendo uma viagem pela Austrália e precisou usar um banheiro público por lá. Ela conta que lavou o rosto com água e sabão que estavam no banheiro e alguns dias depois sua pele começou a apresentar pequenos pontos vermelhos, como se fossem acnes. Porém, com o passar do tempo esses pequenos pontos foram aumentando em quantidade e ficando cada vez mais profundo, como buracos. 

Quando a possibilidade de ser um caso de acne foi descartada, os médicos identificaram a presença da bactéria Klebsiella oxytoca, que come a carne humana gradativamente e costuma ser bem resistente a antibióticos, podendo até ser fatal para pessoas com imunidade baixa pois pode se proliferar rapidamente e atingir, músculos, nervos e etc. Por se tratar de uma bactéria resistente, Rachel demorou para receber o remédio certo para curá-la e a “doença” chegou a corroer os músculos faciais do lado direito, fazendo com que ela perdesse esses movimentos. 

Segundo estudiosos do caso, a bactéria estava na dispensador de sabão do local.

Surto zumbi na Sibéria

Em 2016, uma bactéria chamada Antraz matou muitas pessoas na Sibéria e o surto da doença ficou conhecido como “Surto Zumbi” , porém isso não tem nada a ver o que nós conhecemos de Zumbis. Essa bactéria tem ação tóxica e compromete principalmente o intestino e pulmões, mas o surto de Antraz foi chamado assim porque a “doença” já havia sido erradicada do mundo desde 2001, quando os terroristas a usaram como arma biológica contra os EUA, e simplesmete ressurgiu.

Cientistas acreditam que a doença voltou devido a um cadáver de uma rena que morreu com essa bactéria no corpo há mais de 70 anos e estava congelado, mas por conta do aquecimento global, descongelou o suficiente para trazer a Antraz a tona. Isso só é possível porque essa bactéria é capaz de se manter viva em condições desfavoráveis e então, “ressuscita” quando em condições melhores, por isso ela ficou conhecida como Zumbi.

zumbi

Fungo Zumbi

O fungo que serviu de inspiração para o jogo “The Last of Us” é chamado de Ophiocordyceps sinensis e é muito comum nas formigas. Esse fungo quando desenvolvido dentro da formiga literalmente a controla, isso porque ele vai rompendo todos os órgãos e células da formiga de pouco em pouco e, apesar não afetar o cérebro assim, ele libera uma substância chamada de Neuromoduladores que afetam os neurônios do animal, deixando-o atordoado e de alguma forma o “incentiva” a ir para lugares altos ou expostos, onde a formiga morre, mas o fungo permanece vivo, podendo se proliferar mais facilmente, já que seus esporos são levados pelo vento para mais longe.

O fato é que nenhum desses tem o potencial de transformar humanos em mortos-vivos como a TV promete, mas você sabia que já foram registrados possíveis casos de zumbis na vida real ?

Zumbis são reais ?

No Haiti são feitos mais de 9 mil relatos de zumbis por ano, há quem diga que isso não passa que uma antiga lenda da população local, há também quem acredite que essa pode ser a origem de um apocalipse zumbi no mundo e outros ainda defendem que esses casos se tratam de manifestações de feitiçaria e vodu. A questão é que são muitas histórias mas essa é a mais conhecida entre elas:

 Clairvius Narcisse

O homem que ficou conhecido como “zumbi da vida real” teve sua morte declarada em 1962, após ter uma crise de febre e dores que ele descreveu como insetos rastejando e rasgando a sua pele. Depois de dois dias no hospital com médicos tentando tratá-lo, ele foi declarado morto e sua família fez o enterro com o caixão pregado, como de costume. Porém, depois de 19 anos “morto”(1981), Narcisse foi encontrado vagando pela cidade por sua irmã, que teve certeza de que era ele depois de fazer perguntas sobre a família que somente Narcisse poderia responder.

Segundo relatos do próprio Clairvirus, ele foi desenterrado por um “xamã vodu” que o levou para uma plantação de açúcar, onde foi amarrado, espancado e todos os dias era forçado a tomar uma bebida misteriosa capaz de deixá-lo em estado de zumbi. Assim, ele trabalhava na plantação com outras pessoas que também estavam sob efeito dessa mesma bebida e todas se comportavam como zumbis. Depois de 18 anos preso na fazenda, o “xamã” morreu e todos os prisioneiros fugiram, inclusive Narcisse, que voltou a sua cidade natal e então foi encontrado pela família. 

Apesar da história ser bizarra, pesquisadores afirmam que existem plantas e toxinas capazes de causar estado de morte em quem ingerir elas e que esse é o motivo mais provável para o caso. É importante lembrar que depois de voltar, Narcisse nunca se alimentou de humanos nem continuou apresentando comportamento de zumbi.

Será que todas as histórias do cinema podem ser recriadas por um tipo de feitiçaria ou devemos esperar por um vírus capaz de nos transformar em mortos vivos?

Comentários
Posts Relacionados